Aracaju GLSAracaju GLS photo01photo02photo03photo04photo05
Home
Cidade de Aracaju
Continuum Lesbicum
Curiosidades
Direitos Sexuais
Ele me Contou...
Contatos
Espaços GLS
História
Links GLS
Maceió/ Salvador
Mural GLS
Nossos Direitos
Nossa Língua
Assine o Guestbook
Veja o Guestbook
Chat


Nossa Língua

|A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M|N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z|




A


A Bete Faria: modo de se referir a um homem que cobiça.

Aleijo: problema.

Alice: bicha tola.

Ana Cláudia: homens ou mulheres com preferências heterossexuais que frequentam meios gays e, apesar de quase todos os amigos serem homossexuais, não se conformam com a existência de gays.

Aqüendar: palavra multiuso, dependendo da sua utilização.
Ex: Aquendar um sanduíche (comer), aquendar um bofe (trepar), aquendar a conversa (escutar ou participar).

Armário: enrustido, Sair do armário: se assumir.

Atacada: louca, nervosa.

Atender: fazer sexo com.

[ Voltar ]

B

Babado: serve para quase tudo. Sexo, drogas, encontros, comida, música, conversa. Vale também para a célebre pergunta "Qual é o babado?", no sentido de "O que está acontecendo?".

Bagaceira: de baixo nível.

Barbie: corpo de Tarzan, cabeça de Chita. Gay bastante sarado, com corpo ultra-trabalhado.

Baixar a Vovó: fazer uma boquete

Basfond (leia-se báfon): bagunça, confusão, baixaria, bochicho, barra pesada.

BF: Bicha Fina ou Bolacha Fina. Homossexuais com mais de 30 anos, com dinheiro, chiques e frequentadores de bons ambientes.

Bi: redução de bicha.

Biba: homossexual masculino ou feminino.

Boa Noite Cinderela: quando você encontra um gostoso da boite, ele lhe dopa e sai com a sua grana.

Bofe: homem músculo.

Bofescândalo: homem gostoso.

Bolacha: nome meigo para sapatão.

Boquete: sexo oral.

[ Voltar ]

C

Caminhoneira: lésbica bem masculina.

Caso: namorado

Cheque: fezes na ponta do penis após a penetração anal. Passar cheque.

Close: dar pinta.

Coió: agressão homofóbica. Tomar um coió, ser agredido por causa da homossexualidade.

Colocada: alguém que abusou de drogas ou álcool.

Cunete: o famoso cunnilingus.

[ Voltar ]

D

Desencanado: mais que simpatizante, não está nem aí.

Desaquendar: desapegar, desembaçar.

Dramática: para Johny Luxo, o mundo se divide em dramáticos e exóticos. Também utilizado como expressão tanto de contentamento como de espanto, alegria, satisfação e tristeza. Pode ser usado como elogio para alguém.

Drag Queen: versão sem silicone do travesti .

Dzarm: versão light de cafona.

[ Voltar ]

E

Elza: roubo, dar a Elza: roubar.

Entendido/a: gay / lésbica.

Equê: falso, do truque, falsificado. EX.: Loira do EQ.

Exótica: ver Dramática

[ Voltar ]

F

Fanchona: caminhoneira.

Fazer: transar com.

Fechação: dar pinta de forma escandalosa.

Fechar: Fazer sucesso.

Ferver: animar, fervido: animado.

Flop: tradução direta do inglês, fracasso. Usado também como verbo, flopar.

Forçado: sob efeito de ecstasy.

Furiosa: lésbica muito masculina.

[ Voltar ]

G

Gay for Pay: Expressão americana que designa homens que preferem mulheres e transam com outros homens apenas por dinheiro (michês ou atores pornô).

Gay Friendly: simpatizante.

GDC: Gay de Cabeça, pessoa com comportamento gay, mas com preferência sexual hetero.

GLS: Gays, Lésbicas e Simpatizantes. Um comportamento que engloba pessoas de todas as preferências sexuais que freqüentam ambientes como casas noturnas e bares gays, são ligadas em moda, cinema e artes.

Gravação: boquete.

Gulosa: sexo oral, fazer uma gulosa.

[ Voltar ]

H

Hype (leia-se raipe): o que está sendo badalado, a função do momento.

[ Voltar ]

L

Laleska: pessoa uó.

Lesado: diz-se de alguém que exagerou nas drogas ou álcool ou ainda que está acometido de burrice súbita.

Lesbian Chic: Figura criada pela mídia norteamericana para definir lésbicas executivas de alta classe média.

Ligar o Pisca Alerta: voltar a si, acordar.

Luxuosa: expressão de aprovação para alguém bem produzido, bonito ou hype.

[ Voltar ]

M

Mala: volume na calça, pênis. No Rio, também significa pessoa chata.

Me Deixa!: grito de guerra usado pela popular drag paulistana Alma Smith.

Meda: Feminino de Medo. Usado como interjeição para algo que não é agradável.

Me erra!: me larga

Melhorada: alguém que era uó e melhorou a personalidade. Alguém feio que deu um truque na feiúra.

Meu Cu!: não estou nem aí .

Mona: mulher ou alguém muito afeminado.

Montada: travestida, produzida.

Mundinho: maneira como clubbers denominam seu universo de pessoas.

[ Voltar ]

N

Naja: fofoqueira, intrigueira.

Não estou achando: não estou entendendo ou suportando (alguém ou alguma situação).

Não estou podendo: não quero, não estou a fim.

Não ser obrigado/a: ter algo melhor para fazer.

[ Voltar ]

O

Olá Querida!: noitada onde você só faz social e não se atém a conversar com ninguém. Também usado como interjeição ao encontrar alguém que você não tem muito a dizer.

Operada: Transexual (homem para mulher).

[ Voltar ]

P

Panqueca: 100% passivo. Bateu na cama, virou.

Pintosa:
óbvia

[ Voltar ]

Q

Quebrar louça: quando duas bichas transam.

Quá-quá: bichinha mulher.

[ Voltar ]

R

Racha, rachada: mulher, vagina.

Rodrigues: situação de alguém casado (ou namorando) cujo/a parceiro/a está viajando.

[ Voltar ]

S

Sandália: a mulher da caminhoneira.

Sarado: malhado, marombado, com bom corpo.

Sapa, Sapata: curto para sapatão.

SBP: expressão carioca que significa Super Bicha Pobre, e designa pessoas mal produzidas que frequentam a noite.

Se Jogar: cair de cabeça, entrar em uma situação ou ir a um lugar sem pensar muito.

Simpatizante: pessoa heterossexual ou não definida sexualmente que frequenta ambientes predominantemente gays.

[ Voltar ]

T

Tia, tiona: bicha velha.

Tô Lôca!: expressão utilizada para expressar mau humor acompanhado de álcool ou drogas.

Tô Passada: expressão de espanto

[ Voltar ]

V

Vitaminada: robusta, bonita

[ Voltar ]

X

Xoxar: falar mal

[ Voltar ]